Digital Lavender: como usar a cor do ano 2023 da WGSN

De acordo com a WGSN, líder em previsão de tendências, tons de lavanda vão dominar o próximo ano. Assim, a empresa elegeu Digital Lavender como a cor do ano de 2023, em parceria com a Coloro.


O tom já é queridinho das fashionistas há algum tempo. E, no que depender das passarelas, essa paixão se renova por mais algumas temporadas. Na sequência, contamos tudo sobre a novidade:

WGSN e Coloro elegem Digital Lavender como a cor de 2023

 
Todos os anos, a WGSN e a Coloro reúnem seus times de previsão de tendências para definir a cor que regerá o próximo ano. Então, para 2023, é a vez do Digital Lavender entrar em cena e, com ele, todos os tons de lavanda – que já fazem sucesso com a Geração Z.

Ainda que as equipes se reúnam para anunciar a cor da vez com muita antecedência, é interessante observar que o Digital Lavender já conquistou seu espaço online. Como resultado, espera-se que a cor também passe a se manifestar no mundo real.

Simultaneamente, a cor explora as tendências existentes que apontam para o aumento do interesse em tons serenos.

Fonte: WGSN

Segundo a WGSN, os rituais de bem-estar se transformarão em prioridade para os consumidores que buscam melhorar sua saúde mental. E o Digital Lavender se destaca nesse cenário, uma vez que oferece uma sensação de estabilidade e equilíbrio.

Ademais, pesquisas sugerem que cores com comprimento de onda mais curto (como o Digital Lavender) evocam calma e serenidade.

Digital Lavender é uma cor sem gênero e inclusiva, já bem estabelecida no mercado jovem. Por isso, os especialistas da WGSN esperam que o uso dos tons de lavanda se expanda para todas as categorias de produtos de moda até 2023.

“Sua qualidade sensorial a torna ideal para rituais de autocuidado, práticas de cura e produtos de bem-estar. E o Digital Lavender também será fundamental para eletrônicos de consumo, bem-estar digitalizado, iluminação que melhora o humor e utensílios domésticos”, afirmou a WGSN em nota à imprensa.

Lavanda: a cor que evoca uma ponte entre o mundo real e o virtual.

Ainda de acordo com os especialistas, o Digital Lavender reflete não apenas aquilo que buscamos no mundo virtual, mas também a forma como vivemos. Afinal, existimos em uma época em que se pode socializar por meio de videogames e comprar móveis digitais usando criptomoedas.

“À medida que os consumidores encontram consolo e conforto habitando o espaço virtual, a influência dos videogames e das realidades virtuais se tornará abrangente, distorcendo os limites entre nossa existência online e offline”, disse a chefe de conteúdo da Coloro, Joanne Thomas, à Cosmetics Business.