Dermatologista de Paolla Oliveira dá dicas valiosas de cuidados com a pele no inverno

Dermatologista de Paolla Oliveira dá dicas valiosas de cuidados com a pele no inverno!
De temperatura da água a produtos ideais, confira dicas dadas às celebridades


O clima frio e seco do inverno pode fazer com que os cuidados com a pele sejam um desafio. Talvez você se esqueça do protetor solar nos dias nublados, por exemplo, ou seu maior instinto seja tomar banhos escaldantes todos os dias.

Pensando nisso, a dermatologista Juliana Neiva, que atende celebridades como Paolla Oliveira e Monique Alfradique, revelou à IstoÉ suas principais recomendações para a estação mais fria do ano.

Cuidados com a pele no inverno

Juliana explica que, durante o frio, a pele tende a ficar mais ressecada e desidratada, o que pode deflagrar crises em “peles mais reativas ou com tendência a alergias, dermatite atópica ou seborreica e rosácea”, lista.

Por isso, sua principal dica é substituir o banho quente — que não é apropriado para nenhuma estação do ano — pelo banho morno. Isso porque, de acordo com a especialista, a água muito quente “interfere na barreira protetora da pele e pode levar à desidratação, que pode desencadear algumas doenças”.

Ainda nesse sentido, a dermatologista ressalta que manter a hidratação da cútis é essencial para todos os tipos de pele, antes e após o banho.

“Sugiro a hidratação em duas etapas: usar sabonete líquido, gel de banho ou óleo de banho com tecnologia sindética, que é uma tecnologia que preserva mais os lipídios da pele — importantíssimos no processo de hidratação, reparação e reforço de barreira cutânea”, explica Juliana. E completa: “Após o banho, a hidratação com loções ou cremes hidratantes deve ser feita até três minutos, para maior absorção.”

Para ela, o ideal é que os hidratantes utilizados sejam neutros, com ativos como aloe vera e óleos vegetais, além dos ativos citados a seguir.

Melhores produtos para o inverno — e quais evitar

As sugestões de Juliana são produtos que contenham:

Ácido hialurônico: de acordo com o “DermaClub”, esse ativo hidrata a pele, ajuda a reter a hidratação já existente, suaviza rugas, linhas de expressão e marcas de acne e tem ação preenchedora e antiflacidez.

Alfa-bisabolol: segundo a Sallve, marca de produtos de cuidados com a pele, trata-se de um ingrediente anti-inflamatório e antimicrobiano com propriedades calmantes, benéfico para peles sensíveis e irritadas.

Ceramida: a mesma marca explica, ainda, que as ceramidas são fundamentais para o funcionamento da barreira de proteção cutânea. Juliana recomenda produtos que contenham o ativo para uso no corpo.

Aquaporina: aquaporinas, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), são “canais formados por proteínas que atravessam a membrana celular e permitem a entrada e saída de água”, mas que, no processo de envelhecimento, perdem seus efeitos. Cremes compostos por proteínas sintéticas podem prolongar o funcionamento desses canais para prolongar a hidratação.

Além disso, o uso de protetor solar não deve ser dispensado — mesmo no inverno ou em dias em que você ficará em casa. Isso porque, como explica a dermatologista, “temos que nos proteger contra a luz visível, que é a luz das telas”. Por isso, sua recomendação é que se siga uma rotina de reaplicação a cada três ou quatro horas, mesmo em ambientes internos.

Juliana chama atenção, ainda, para o cuidado ao utilizar produtos com ativos irritativos no inverno, como loções alcoólicas, adstringentes e ácidos, especialmente em pessoas com pele sensível.