Dicas para começar a entender sobre como investir

Já descobriu a importância de poupar dinheiro e agora quer investir o que economizou? Então, para ter sucesso na próxima etapa, você precisa dar fim à famosa pergunta: como começar a investir?


Diferente do que muitos pensam, não é preciso ter muito dinheiro para dar o primeiro passo e nem ser especialista em finanças.

Hoje em dia existem opções de investimentos para todos os bolsos, com aplicação inicial baixa e com baixo risco.

Entenda a diferença entre renda fixa e renda variável

Na renda fixa, você já sabe o quanto aproximadamente irá ganhar no momento que investe, se levar seu investimento até o fim (ou pelo menos a que índice a sua remuneração estará atrelada, o que dá previsibilidade). Na renda variável não é possível prever. Por conta disso, os ganhos na renda variável podem ser maiores do que os da renda fixa, mas também poderão ser menores, por isso chamamos de "renda variável".

Estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazo

Ao longo da vida todos nós passamos por diversas fases, com necessidades específicas para cada uma delas. É importante que você se planeje para isso. Afinal, você não quer chegar na terceira idade sem dinheiro para curtir a aposentadoria, divertir-se e cuidar da saúde.

Fique de olho na liquidez dos investimentos

Liquidez é a velocidade com que você consegue transformar um investimento em dinheiro líquido. Um título do Tesouro Direto tem, por exemplo, mais liquidez do que um imóvel porque se você quiser vender o título, o Tesouro garante a recompra; já o imóvel dependerá de encontrar um comprador interessado.

A segurança está na diversificação

Distribua o seu dinheiro em diversas classes de ativos, tanto em renda fixa quanto variável. Na renda fixa, você pode ter vários títulos prefixados e pós-fixados como Tesouro, CDBs (Certificado de Depósito Bancário), Debêntures, CRIs (Certificado de Recebível Imobiliário), CRAs (Certificado de Recebível do Agronegócio) e assim por diante. Na renda variável, procure distribuir o dinheiro entre ações de boas empresas, em setores distintos ou em fundos imobiliários multi-ativos e multi-região.

Se for investir em ações, escolha boas empresas

Uma boa empresa é aquela que já está no mercado há algum tempo e que tem demonstrado consistência nos lucros, crescimento, dívida equilibrada, pagamento de proventos e boa gestão. Há empresas que têm muito ainda para crescer (essas geralmente não são campeãs de dividendos, mas podem se valorizar) e empresas que já atingiram a maturidade e podem ser boas pagadoras de dividendos. Para garantir crescimento e renda no futuro, faça uma carteira diversificada entre essas ações.

Fundos imobiliários proporcionam uma renda mais estável que ações

Embora a regra determine que os fundos de investimentos imobiliários paguem dividendos semestralmente, na prática a maioria deles paga esses proventos todos os meses. Isto é uma ótima alternativa para se construir uma carteira previdenciária, seja para seu sustento, seja para se obter uma renda extra perene no futuro.

Reinvista

Este talvez seja o maior segredo de todo investidor: tanto a renda fixa quanto a renda variável faz o dinheiro crescer. Há títulos como o Tesouro IPCA que pagam juros semestrais aos investidores. Se você usar esses rendimentos para comprar mais ativos de renda fixa e variável ou, como eu costumo chamar "geradores de renda", você aumentará a velocidade com que o seu patrimônio cresce. E quanto mais ativos você tiver, maior será a sua renda.

Paciência e disciplina são a chave

Convenhamos: a única forma de ficar rico em pouco tempo é ganhando um prêmio ou uma boa herança. Para os demais mortais, apenas o trabalho diligente e o investimento constante farão com que o seu patrimônio cresça. Você precisará ter bastante disciplina para não desistir no meio do caminho (acredite, o mundo apresenta formas tentadoras para gastar dinheiro sem necessidade) e seguir fazendo os aportes em sua carteira de investimento.

Dedique parte do fruto do seu trabalho a momentos de lazer e diversão. Afinal, a vida é para ser vivida e o investimento é apenas um modo de garantir que no futuro possamos curti-la com qualidade e segurança.