Kelly Key aumenta jejum de 14h para 18h: ‘Perdi 15kg na quarentena’

21 abril 2021

Kelly Key não deixou de se dedicar à vida saudável durante a pandemia. A cantora revelou que intensificou a dieta, já que diminuiu o gasto calórico sem a sua rotina de shows, e fica até 18h sem comer.


“A quarentena foi um momento de renascer e se reinventar em vários sentidos da vida. Quando fecharam as academias, ficamos em casa. Comi muito menos e aumentei o meu jejum intermitente de 14 para 18 horas. Paro de comer 20h e só volto às 14h. Dá para eu fazer três refeições. E meu almoço é livre. Óbvio que não vou comer frituras, mas como saudável e à vontade. Perdi 15kg na quarentena. Também comecei a fazer live de exercícios para incentivar meus seguidores a manterem a saúde dentro de casa”, contou em entrevista para a Quem.

A artista teve Covid-19 e foi assintomática, mas as sequelas do vírus são sentidas até hoje. “Tive Covid-19 e não senti, mas ele ficou e se instalou nas minhas doenças autoimunes, como hipotireoidismo, psoríase. Meus anticorpos baixaram muito, meus hematomas de pele cresceram, estourou um monte de lesões na minha pele. Fiz infinitos testes e descobri que sou intolerante a glúten, lactose, até o ovo me faz mal. Tive que mudar toda a minha rotina. Fora o cansaço que sinto, às vezes, do nada”.

Assim como a maioria da população mundial, a cantora teve sua rotina completamente alterada. “Vivo uma terceira fase da quarentena, a primeira foi quando intensifiquei os treinos e o jejum, depois fomos para Portugal, ficamos sete meses lá. Mas quando fechou tudo, voltamos para o Brasil. Estamos exaustos com a Covid-19. Descobri que tenho uma pedra na vesícula e preciso tirar, mas, por prudência, decidimos adiar a cirurgia por conta da situação do país”, lamenta.